Hugo Olim (set-reset) e Pedro Maia (super 8 series. portrait) so os criadores escolhidos para a segunda edio do Projecto pensar a imagem que resulta de uma parceria existente entre o Curso de Tecnologia da Comunicao Audiovisual (tcav) da Escola Superior de Msica e Artes do Espectculo (esmae) / Instituto Politcnico do Porto (ipp) e o Curtas Vila do Conde Festival Internacional de Cinema atravs da Solar Galeria de Arte Cinemtica.

A nova proposta resulta de uma colaborao na qual as duas instituies que embora com identidades distintas, prosseguem objectivos comuns, no que concerne divulgao de novos criadores que desenvolvem trabalho na rea da fotografia, do cinema e do audiovisual relacionado com as imagens em movimento e o seu questionamento. Deste modo d-se continuidade a uma nova proposta do projecto pensar a imagem estruturado mais uma vez a partir de dois trabalhos sobre a imagem e os seus referentes.

Os trabalhos expostos resultam das propostas que os dois antigos alunos do Curso de Tecnologia da Comunicao Audiovisual desen- volveram enquanto criadores especificamente para a galeria Solar. Do projecto faz ainda parte esta publicao que contribui para a reflexo desenvolvida atravs do enquadramento que feito por especialistas na rea, possibilitando igualmente que se prolongue no tempo e no espao o acesso a estes exerccios sobre a imagem.

Estimular e apoiar o processo de criao de quem prossegue uma aposta num percurso artstico, complementar ao seu trajecto profissional, deve ser um dos pressupostos de uma instituio que tenda a valorizar a carreira dos seus diplomados. Nesse sentido o tcav em colaborao com a Solar Galeria de Arte Cinemtica prope-se deste modo contribuir para o desenvolvimento dos seus trabalhos de experimentao e aumentar a visibilidade de novos actores que procuram afirmar uma identidade prpria no territrio de uma produo artstica contempornea emergente.

O projecto pensar a imagem tem-se afirmado atravs de um processo no qual se desenvolve com base em jovens criadores uma reflexo/ questionamento sobre a imagem na sociedade contempornea. Hugo Olim conceptualiza o seu projecto partindo de princpios de manipulao da imagem vdeo nas suas margens. Recorrendo utilizao de vdeos que reproduzem momentos da sociedade contempornea, questiona deste modo os actuais processos comunicativos e o seu rudo, procedendo sua descontruo atravs de tcnicas de desfragmentao da imagem vdeo. Prope-se (...) desmistificar o rudo televisivo e as interferncias electrnicas do vdeo, procurando com isto, confrontar a essncia das imagens fotogrficas com a esttica do vdeo corrompido.

Recorrendo a um alargado conjunto de procedimentos electrnicos de manipulao de imagem, estrutura o seu trabalho no sentido de descobrir falhas que podem ocorrer no processo de produo de imagens audiovisuais.

Pedro Maia trabalha sobre o papel da imagem enquanto suporte de registo da memria, partindo de pelcula super 8 found-footage que foi coleccionando ao longo dos anos. Desenvolve o seu trabalho, na fronteira entre o filme retrato e o filme memria, partindo do conceito de retrato que encontra em filmes familiares de cineastas amadores os quais organiza e manipula num exerccio sobre a preservao da memria.
Atravs da criao de camadas que resultam de uma interveno sobre a pelcula, constri diferentes nveis de leitura, uns que buscam o lado invisvel da imagem e dos subtextos e outros que transportam a uma percepo final global resultante de uma leitura mais imediata.
Com este processo transforma a estrutura narrativa tradicional do filme de famlia num registo representativo de uma linguagem que integra a cultura visual contempornea, procedendo deste modo ao questionamento do prprio valor da imagem.

Hugo Olim, tal como o prprio afirma no seu curriculum, desenvolve o seu trabalho no campo das artes visuais, mais concretamente no vdeo e na fotografia, onde experimenta e desenvolve trabalhos de manipulao e improvisao de imagens para sons e estticas electrnicas.
Tendo iniciado a sua formao na rea em 1998, concluiu a Licenciatura Bietpica em Tecnologia da Comunicao Audiovisual do Instituto Politcnico do Porto no ano de 2003. Da sua formao igualmente de registar a frequncia de um Mestrado de Cultura Contempornea e Novas Tecnologias.
Actualmente desenvolve como actividade principal a docncia, leccionando disciplinas de vdeo e fotografia no curso de Arte e Design da Universidade da Madeira. Tem-se destacado desde 2003 at actualidade no seu trabalho enquanto criador desmultiplicando-se numa constante actividade expositiva, atravs da qual tem apresentado projectos de fotografia e vdeo, em galerias, museus, festivais, bienais, a nvel nacional e internacional.
A dinmica que tem imposto sua actividade enquanto autor tem-lhe permitido expor em espaos diversificados que abarcam as galerias independentes dos circuitos emergentes e os espaos pblicos ou privados mais consagrados.

Pedro Maia, um jovem criador que posteriormente finalizao dos seus estudos de licenciatura em Tecnologia da Comunicao Audiovisual do Instituto Politcnico do Porto, continuou a desenvolver um trajecto artstico/profissional coerente, conciliando a dimenso da prtica profissional na rea do cinema e do vdeo com um trabalho experimental na rea da imagem enquanto realizador.
Tem apostado na divulgao da sua obra, participando em festivais e mostras apresentado deste modo os seus projectos a nvel nacional e internacional.
Mantm desde 2004 uma colaborao activa na organizao do Curtas Vila do Conde Festival Internacional de Cinema desde 2004, na qual se destaca a responsabilidade pela organizao da seco Take One!.
Na sua actividade profissional tem colaborado na funo de assistente de realizao em diversas longas-metragens apoiadas pelo ica, desenvolvendo complementarmente uma actividade de freelancer na rea do vdeo e do multimdia.
De entre os seus projectos destacam-se as propostas que tem apresentado ao nvel da manipulao de imagens em tempo real articuladas com som que desenvolve no mbito do conceito live cinema.

Jos Quinta Ferreira
Prof. Adjunto ESMAE/ IPP
Coordenador da rea de vdeo do TCAV

© 2020 Curtas Vila do Conde