João Onofre + Adolfo Luxúria Canibal

S/TÍTULO (мій голос)
Após dizer uma frase em ucraniano, uma mulher deitada num sofá levanta-se e senta-se, somente para se voltar a deitar.

Uma poesia de Adolfo Lúxuria Canibal é dita pela mulher na sua voz e na voz deste autor dobrada pela mulher.

HD, cor, som, 4'47'' loop

Realização: João Onofre
Texto: Adolfo Luxúria Canibal
Com: Nadiya Sabelkina
Direcção de Fotografia: Leonardo Simões
Música: António Rafael
Montagem: Patrícia Saramago
Figurino: Ricardo Preto
Som: Quintino bastos
Make-up: Náná Benjamim
Make-up assistant: Elodie
Assistente de Câmara: David Valadão
Produção: Onofre Studio
Material Técnico: Planar, LX Filmes, Cinemate, Pastelaria Versailles

Agradecimentos: Manuela Ribas, Adriana aboim, Carlos Almeida, Ana Bilbao, Nuno Rodrigues.

© 2019 Curtas Vila do Conde