instalação (projeção vídeo multi-channel, loop, som)
... uma paisagem confusa e indistinta · Portugal · 2009
"...Uma paisagem confusa e indistinta" é uma instalação vídeo de 4 canais montada a partir de um filme de propaganda alemão da invasão de Creta em Maio de 1941. Encontrei este filme de 8mm numa loja de equipamento fotográfico em segunda mão em Berlim, em 2008. Por causa do formato, inicialmente pensei que poderia ter sido vendido a um público corrente durante a guerra mas um historiador de cinema disse-me que este tipo de filmes eram utilizados pelo exército para endoutrinar os novos recrutas. Nesta instalação, o filme original foi desmantelado, fragmentado e remontado em 4 sequências perdidas no tempo com o intuito de frustrar o seu sentido ideológico.


A utilização anacrónica dos meios tem sido um dos elementos estruturadores do meu trabalho. A procura e a utilização de filmes analógicos na era da imagem digital tem sido para mim um statement sobre a condição da imagem no que toca à sua existência política no momento da sua produção e distribuição. Por outro lado, a possibilidade que a imagem analógica do filme oferece de ser tocada, ou seja, fisicamente intervencionada é em certos momentos determinante para o meu processo de trabalho. Não sei se existe um antagonismo entre imagem analógica e imagem digital do tipo antes e depois. O que para mim existe são potencialidades distintas de pensar e estruturar a imagem.

Daniel Barroca


Daniel Barroca nasceu em Lisboa em 1976. Estudou Artes Plásticas na ESAD.CR e fez o programa de Projecto Individual em Artes Plásticas do Ar.Co. Passou por vários programas de residência artística dos quais se destacam o Künstlerhaus Bethanien, em Berlim, com o apoio da fundação Gulbenkian, a Rijksakademie van Beeldende Kunsten em Amesterdão, com o apoio do ministério para a Educação, Cultura e Ciência holandês e da Fundação Gulbenkian. Mostrou o seu trabalho em espaços como o Museu de Serralves no Porto, o Künstlerhaus Bethanien em Berlim, o Museu Berardo em Lisboa, a Galleri Image em Aarhus, o NCCA em Moscovo, o CIAJG em Guimarães e o Abteiberg Museum em Mönchengladbach. É um dos artistas no projecto Lonelyfingers sediado em Düsseldorf.

© 2017 Curtas Vila do Conde