SleepWorkers, fotograma do filme

SleepWorkers, fotograma do filme

SLEEPWORKERS

Lúcia Prancha
Portugal/Holanda Vídeo, 14’18’’, loop

Um retrato de alguns dos artistas em residência e trabalhadores da Jan Van Eyck Academie, em sono profundo, entre o vapor, os seus pensamentos flutuam durante uma noite.
Como em The True Sentimental Bitch (2016), SleepWorkers explora como o sono e os sonhos estão a desaparecer das vidas de seres humanos devido, à intensificação da cultura 24/7: o fim do sono e os novos modos de produção refletidos através da utilização das tecnologias digitais. Assim, o sono e o repouso representam formas de resistência pela reposição do corpo. Durante este período condensado de tempo, os desejos reprimidos e os medos contemporâneos como a ansiedade e a incerteza emergem. Uma exploração sobre esse segmento de tempo - o inconsciente, o corpo em descanso e sua reprodução de paisagens mentais.

© 2017 Curtas Vila do Conde